Custo de vida em Queenstown – Nova Zelândia

Custo de vida em Queenstown – Nova Zelândia

Custo de vida em Queenstown – Nova Zelândia

 

Situada na Ilha Sul da Nova Zelândia, Queenstown é uma das melhores opções quando o assunto é a procura de um lugar para chamar de lar para quem quer fazer  intercâmbio na terra média. Não pelo custo de vida, que está longe de ser um dos mais baixos, mas pelas oportunidades que a cidade de cerca de 20 mil habitantes oferece. Mesmo sendo uma cidade pequena, os jovens sabem fazer festa como gente grande. Badalada, gosto de dizer que Queenstown é uma pequena cidade grande. Para quem mora no centro, é possível encontrar estabelecimentos abertos a qualquer hora, e na hora do aperto, a loja de conveniências Night'n'Day salva.

Mas quanto custa, na real, para viver no meio desse lindo aglomerado de montanhas?

O salário mínimo atualmente é $17.70 por hora, e a maioria das empresas pagam seus

funcionários semanalmente ou a cada 15 dias.

O fornecimento de água é gratuito (a não ser para os moradores do bairro Jack’s Point, mas aí é só procurar uma casa que não seja lá, não é mesmo), então este é um gasto a menos para se preocupar.

 

Moradia

O aluguel é pago semanalmente, e antes de começar a morar em qualquer lugar, é preciso deixar com o landlord (dono do imóvel) ou a pessoa responsável pelo aluguel da casa o "bond", um valor - que normalmente equivale a duas semanas de aluguel - cobrado como garantia de que o inquilino irá manter a casa no mesmo estado em que a encontrou. Caso a propriedade (ou somente o quarto alugado) seja entregue nas mesmas condições, esse dinheiro é devolvido integralmente após o término do contrato.

O valor de um quarto para uma pessoa varia entre $210 a $350 semanais, para um casal entre $300 a $500 (esses mais caros geralmente são suítes), e para alugar apenas uma cama, ou seja, quarto dividido com outras pessoas, uma pessoa pode pagar de $150 a $200.

Uma casa inteira de 2 quartos custa em média $650 por semana e uma casa com 3 quartos em torno de $750.

 

Grupos do Facebook para encontrar casas/quartos para alugar:

Queenstown Trading ( https://www.facebook.com/groups/491850740863734/)

Queenstown Houses do Rent (https://www.facebook.com/groups/1559085804339464/)

For rent in Queenstown New Zealand 

(https://www.facebook.com/groups/for.rent.in.queenstown/)

 

Eletricidade

A luz é paga mensalmente, e o valor muda drasticamente entre o verão e o inverno.

Durante o verão, uma pessoa pode gastar de $35 a $50 por mês e durante o inverno a

média é de $90 a $140, se o aquecimento da casa for elétrico.

 

Internet e telefone

As operadoras de telefone são: Spark, 2 Degrees e Vodafone. Os pacotes de internet para casa variam em torno de $100 mensais e existem pacotes de celular com internet (1GB),

minutos para falar (em torno de 300) e mensagens ilimitadas por $30 mensais. Existem

planos ilimitados por $80 mensais.

 

Mercado

Os principais supermercados aqui em Queenstown são: Pak'n'Save, New World, Countdown e Fresh Choice. Uma pessoa sozinha vai gastar em média $100 semanais caso esteja planejando cozinhar em casa e não gastar dinheiro com refeições comendo fora.

A nossa querida comida brasileira não é das mais baratas, uma caixa de pão de queijo custa em torno de $6, a erva para o chima dos gaúchos que não pode faltar (gauchada tá fazendo gringo amar chimarrão por aqui) custa em torno de $25 o pacote de 1kg.

O nosso feijão preto é possível encontrar no Fine Food, uma “vendinha” de produtos a

granel no centro da cidade, e o pacote de 1kg custa em torno de $6.

Para quem opta por almoçar fora, já vou avisando que não existe o restaurante por kg, e uma refeição custa em torno de $15.

 

Esportes

É bem verdade que a paisagem por aqui ajuda muito os amantes de esportes a praticar

corridas e atividades outdoor sem gastar nada. Mas o que não falta por aqui são academias, também pagas semanalmente.

Nas academias de musculação, existem planos que vão de $20 a $30 semanais, incluindo aulas, musculação, e se for na Event Centre, também o acesso à piscina. Algumas academias funcionam 24/7 e não são mais caras por isso.

Para os fãs de artes marciais, aqui em Queenstown tem uma sede da Carlson Gracie com aulas de Jiu-jítsu para todos os níveis, e as aulas custam em torno de $30 semanais.

Também existem aulas de Karatê no QPACT Studio, de boxe, muay thay e kickboxing na Industrial Fitness Gym.

Como eu disse, mesmo sendo uma cidade pequena, são inúmeras possibilidades: aulas de Pilates, Pole Dance, Silks, pagamento também feito semanal e nessa mesma faixa de preço.

Agora, o esporte mais famoso do inverno por aqui com certeza é o ski ou snowboarding.

Para ter acesso ao chairlift das montanhas é preciso comprar um passe, que pode ser para a temporada inteira (a pré-venda começa em torno de $650 para as três montanhas – The Remarkables, Coronet Peak e Mount Hutt, e depois disso chega até $900), ou por alguns dias (em torno de $130 o passe para apenas um dia) além do custo dos equipamentos e roupas específicas para agüentar o frio que faz lá em cima. Com certeza esse assunto rende um post dedicado somente a isso.

 

Laundry

Para quem precisa lavar a roupa fora de casa, o custo por utilização varia entre $2 a $4.

 

Transporte

Já foi muito mais comum aqui em Queenstown as pessoas ficarem na rua pedindo carona, mas ainda acontece bastante. Se você não quer ter que contar com a sorte, também não é muito caro utilizar o transporte público, que custa $2 por viagem caso o passageiro possua o cartão de ônibus (que custa $5, e aí a pessoa carrega o valor que quiser e pode demorar até 30 minutos para fazer a troca de linhas) – caso contrário, a passagem custa $5, e o sistema de ônibus funciona muito bem, além de possuir Wi-fi (não chega a ser aquela maravilha que daria pra assistir a uma série enquanto está no ônibus, mas muita gente aproveita que tá dentro do busão pra mandar mensagem quando está sem pacote de dados), os ônibus são super pontuais e uma ótima opção para quem não quer investir em um meio de transporte particular.

 

Diversão

Os bares possuem entradas gratuitas, com raras exceções quando são festas específicas. A maioria dos pubs possui preço diferenciado para quem é "local", e eles identificam os locais colando um adesivo no cartão de débito/crédito. Para conseguir o adesivo? Só sendo carinha marcada mesmo. Depois de freqüentar o lugar algumas vezes, tem que ser cara de pau e pedir o adesivo de local.

Uma cerveja que custa em torno de $10, chega a custar $6 quando o barman vê o adesivinho colado no cartão.

Drinks custam em torno de $15, e em uma "comidinha de boteco" (não se empolgue, não tem nada comparado ao Brasil), vai custar em torno de $10.

O cinema custa $17 para adultos, $13 para crianças e idosos, $15 para estudantes.

 

 

E aí? Bora começar um planejamento para embarcar nessa com a Sem Fronteiras? :)

 

 

Escritora

Priscila Ribas

Consultora de Vendas

Nova Zelândia

 

WhatsApp